O Colégio Tradição tem uma equipe de peso de professores altamente qualificados para o preparo pré-vestibular. Além disso, os alunos do Terceirão estudam em uma sala localizada em espaço reservado das demais turmas, garantindo o melhor rendimento e aproveitamento das aulas.

Diferenciais

  • Melhor e mais experiente equipe de professores
  • Multimídia em todas as salas
  • 36 horas/aula semanais
  • Material didático Positivo
  • Simulador específicos para ENEM e UFPR
  • Aulas de assistência
  • Turmas com número controlado de alunos e atendimento personalizado

Rotina

As aulas são de 2ª a 6ª feira, com 6 horas/aula diárias e mais uma tarde obrigatória.
No período da manhã as aulas iniciam às 7h15 e terminam às 12h05 min.
No período da tarde (terças-feiras) as aulas iniciam às 13h35 e terminam às 18h25.
O uso de Uniforme Escolar é obrigatório.

Método de Avaliação

A avaliação do desempenho do aluno e de seu rendimento escolar é contínua e cumulativa, prevalecendo os aspectos qualitativos sobre os quantitativos, de acordo com o currículo e objetivos propostos. O rendimento mínimo adotado é 6,0(seis). Com o objetivo de acompanhar a construção do conhecimento do aluno são proporcionadas avaliações mensais, através das quais os alunos têm a oportunidade de testar seus conhecimentos e tirar suas dúvidas paralelamente ao processo de aprendizagem.

Recuperação paralela

– Aos alunos com nota inferior a 6,0 (SEIS) no bimestre serão oferecidas provas de recuperação ao final de cada bimestre.

2ª chamada

Caso o aluno não possa comparecer no dia da atividade avaliativa, os responsáveis deverão entrar em contato com a escola para que o aluno seja autorizado realizar a avaliação na 2ª chamada, que acontece sempre no último sábado do mês.

Aulas de assistência

No Ensino Médio, em horário especial à tarde, os alunos têm a opção de participar das aulas de Assistência, um período no qual os professores de matemática, física, química e biologia ficam à disposição para sanar dúvidas e recuperar conteúdos.

Coordenadora Pedagógica: Vânia Cristina Moro